<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, janeiro 30, 2007

2361 - o poder (limitado) 

hoje voltei a ouvir na rádio, que a igreja ameaça de excomunhão todos os católicos que votarem "sim" no referendo. sendo que a partir daí ficarão impedidos de receber os sacramentos, o que quer que isso seja. portanto, não poderão mais ser baptizados, casar pela igreja, ser padrinhos, ter um um funeral religioso, e o que mais haverá para punir que eu não sei, admito.
suponho que estas medidas da parte da igreja, estejam sujeitas ao conhecimento através de confessionário, visto que o voto é secreto. o que me parece uma coisa muito feia. sem ser dessa forma, não vislumbro que doutra forma esse conhecimento seja possível. 
na verdade, não é. e esta atitude da igreja não passa disso mesmo - duma ameaça rasteirinha, de quem sente que já não consegue controlar na plenitude os seus fiéis, e que apesar do frio que se faz sentir, as fogueiras há muito desapareceram. ao limite, o que eles gostariam de conseguir era arrancar a fé que cada um carrega dentro de si. tipo, não estás do nosso lado não tens direito a ter fé no mesmo deus que nós.
mas, essa não está nas mãos de ninguém, a não ser do próprio que crê, controlá-la. e é essa ausência de controlo que põe em desvario a igreja, a ponto de retomar ameaças tão arcaicas que já ninguém lhes liga. porque me parece que a maioria dos católicos o é por crença e convicção, independentemente da posição da igreja. senão, que doutra forma se justificaria que pessoas que são crentes se divorciassem, cometessem adultério, usassem métodos contraconceptivos, etc, etc.
isto digo eu... que às vezes nem ao que a minha mãezinha diz eu ligo, quanto mais ao padre da paróquia.
 
mas o que eu pretendia com isto não era fazer um ataque à igreja - na verdade ela não me afronta, nem me comove. sou-lhe indiferente.
mas a fé, senhores, a fé deixa-me fascinada!
e este post era mais tipo uma homenagem às pessoas de fé. porque deve ser muito difícil ter fé com uma igreja assim.
mas, lá está - é a fé!

|
Comments: Publicar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?